terça-feira, 27 de março de 2012

MISSÕES - ÍNDIA


"[...] como podemos saber o caminho? Respondeu Jesus: 'Eu sou o caminho, a verdade e a vida'." João 14:5b, 6a
Nesse início de ano, a Índia tem recebido muito destaque na mídia brasileira. Pode-se dizer que não só no Brasil. A grande surpresa do Oscar esse ano foi um filme indiano, que não apresenta o país como uma maravilha, mas, sem dúvida, traz sobre ele olhares do mundo inteiro. Além disso, o desempenho econômico tem dado destaque para a Índia nos principais jornais do mundo. Esse país tem influenciado as tendências da moda, de comportamento, de linguagem e relacionamento da população. No âmbito cristão, a Índia também gerou uma atenção especial, mas não para criar tendências, e sim para levar irmãos à oração.
A Índia sempre apresentou algumas limitações em relação à liberdade religiosa, mas depois de agosto de 2008, em que cristãos foram acusados de matar o líder hindu Saraswati, a violência aumentou gravemente.

A religião na Índia

A Religião predominante por lá é  o Hinduísmo, embora assim como no Brasil, também tenha suas diversidades religiosas.
De acordo com a Classificação de países por perseguição, publicada anualmente pela Portas Abertas, a Índia subiu de posição. De 30º lugar em 2008, foi para 22º, entrando no grupo de nações com “Limitações severas”, principalmente após a onda de acidentes no final do ano.
Fontes afirmam que inúmeros cristãos foram atacados e mortos, e muitas casas e igrejas destruídas. Para saber mais detalhes sobre os incidentes na Índia.
Neste ano, temos recebido diversas notícias sobre os incidentes com cristãos que ocorrem no país. Essa é uma das realidades da Índia, um cenário de intolerância religiosa sem perspectiva de melhoras. Um país que necessita profundamente descobrir e conhecer o único CAMINHO, verdade e vida: Jesus Cristo. Ele é o Caminho para a Índia.

Já iniciou mais uma novela da Rede Globo, intitulada Caminho das Índias. Sinceramente não tive interesse nenhum em ler a sinopse para tentar entender do que se trata ou o que pretende mostrar esta novela, se é que novela tem algum objetivo definido.

Mas algumas coisas me chamaram a atenção nas propagandas emitidas pela emissora durante a semana passada e ontem fui conferir. A emissora mostrou algumas vezes cenas com seus atores em um rio, o Rio Ganges, onde curiosamente flores boiavam no rio(onde na verdade é um depósito a céu aberto de cadáveres).

Outras cenas mostraram os lindos lugares da Índia, o Taj Mahal, algumas fortificações, mercados públicos, uma terra bela sem dúvida, com uma população de extremo valor e muito alegre, porém como sempre a realidade é maquiada pela Rede Globo.

Ainda está cedo para falar, não sabemos o desenrolar (e sinceramente não me interesso em saber) da história, mas mais uma vez a verdade, o mundo real é temperado de ilusão pela emissora que mostra uma fantasia.

Alguns dados sobre a Índia real:
A Índia é o segundo país mais populoso do mundo com mais de um bilhão de habitantes, e apesar de ser a décima segunda maior economia do mundo e a quarta maior em poder de compra e as reformas econômicas que a transformaram na segunda grande economia de mais rápido crescimento ainda possui 25 % da população vivendo abaixo da linha da pobreza, possui mais famílias pobres do que África, Ásia e América Central juntas (1).

A miséria, a falta de saneamento, serviços básicos como saúde e educação tornam a Índia um dos lugares onde se pode contrastar mais claramente a miséria e riqueza junta, dividindo o mesmo espaço.

A riqueza e luxo de cidades como Mumbai exibe um contraste enorme de seus edifícios suntuosos e uma periferia aonde se vive milhares de pessoas sobre o encanamento que alimenta a cidade, ali crianças crescem em meio à miséria, lixo e doenças, mas quero salientar que a Índia não é só pobreza, miséria e dor, é um lugar belo, de um povo feliz e que assim como todos nós tem seu valor.

A india que a Globo não mostra….verdadeira india 

6d35b7be2c39b4738c4e05ff3a0a9a2ettttt
   O autor fotografou os crematórios públicos da cidade de Benares, dai a fumaça.  Os pobres que não tem como pagar pela cremação atiram os corpos de seus parentes mortos ao rio onde são vistos boiar rio abaixo e serem comidos por urubus, cachorros e outros animais.  Chocante? Sim.   Mas totalmente real.
Imaginem a Diana Chaves, a Sofia Arruda ou o Sisley Dias a passar na podridão do Rio Ganges, a pular entre um cadáver em putrefacção ou outro, ou a lavar-se numas escadarias imundas.
         Depois, ao voltar ao trabalho, a caminho do cenário luxuoso dos belos palácios, espantariam uns abutres que estavam a comer uma carcaça de vaca em decomposição ou um cadáver insepulto e insistiriam em posar com aquelas roupas lindas! Teriam que primeiro espantar o enxame de moscas teimosas a sua volta…
Prestem bem atenção: Pouquíssimas pessoas, nestas fotos têm aparência saudável, de gente que come RAZOAVELMENTE BEM. São moradores da miséria, descendentes da exploração britânica, componentes de um país desigual e completamente desatento para os direitos humanos.
 Juliana Paes, a Vera Fischer ou o Toni Ramos passeando na podridão do Rio Ganges, pulando entre um cadáver em putrefação ou outro, ou se lavando nas escadarias imundas.

ADVERTÊNCIA :Contém fotos com conteúdo que pode chocar.


Há mais de 2500 anos, Varanasi abriga o grande santuário da morte: o crematório deMarnikarnika Ghat. É neste local que, sobre as fumegantes piras de fogo sagrado, dia e noite dezenas de corpos desaparecem diante dos nossos olhos.
Situada nas margens do rio Gânges, Varanasi é também conhecida como Cidade da Luz e da Morte, sendo um importante centro de devoção ao Deus Shiva. Morrer e ser cremado neste local é auspicioso, significa a libertação dos ciclos da reencarnação.
Em Varanasi, porém, nem todos os corpos são cremados: os das crianças e dos sadhus (almas consideradas puras) são lançados ao rio, não se submetendo às chamas da purificação.

JESUS É O CAMINHA PARA A ÍNDIA : ORE POR ESTE PAÍS