terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Como Ser Dirigido Pelo Espírito Santo...


I Cor 12:7-10 – "A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito para o proveito comum. Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; a outro a operação de milagres; a outro a profecia; a outro o dom de discernir espíritos; a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação de línguas."
As orientações do Espírito Santo vem através da leitura, meditação e no ouvir a Palavra de Deus através de ministradores do reino (pregadores, mestres etc). O Espírito Santo também orienta o crente através de sua comunhão em oração, jejum e ainda por um testemunho interior.
Pv 20: 27 "O espírito do homem é a lâmpada do Senhor, a qual esquadrinha todo o mais íntimo do coração."
João 14:26 – " Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito."
João 15:7 – "Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito."
João 16:13 – "Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras."
II Tim :16,17 – "Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra."
Rm 8:26 – "Do mesmo modo também o Espírito nos ajuda na fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inexprimíveis."
II Tim 4:2 – "prega a palavra, insta a tempo e fora de tempo, admoesta, repreende, exorta, com toda longanimidade e ensino." Heb 13: 7, 17 – "Lembrai-vos dos vossos guias, os quais vos falaram a palavra de Deus, e, atentando para o êxito da sua carreira, imitai-lhes a fé. Obedecei a vossos guias, sendo-lhes submissos; porque velam por vossas almas como quem há de prestar contas delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil."
At 13:2 – "Enquanto eles ministravam perante o Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: Separai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado."
O Testemunho Interior
Pv 20: 27 - "O espírito do homem é a lâmpada do Senhor, a qual esquadrinha todo o mais íntimo do coração."
O Espírito Santo habita no salvo com a finalidade de levá-lo a falar, pensar e agir em conformidade com a Palavra de Deus.
Certamente a lâmpada referida no verso acima seria uma espécie de lamparina de azeite, mas com o mesmo propósito da lâmpada elétrica que conhecemos hoje. Ela serve para iluminar algo. Da mesma forma o "espírito do homem" viria a ser aquilo a que a luz do Senhor (o Espírito Santo) vem iluminar (revelar).
A partir de uma comunhão crescente do homem com seu criador, aquele passa a perceber certos direcionamentos do Espírito em seu dia-a-dia.
Rm 8:14 "Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus"
I Tes 5:23 . "E o próprio Deus de paz vos santifique completamente; e o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo."
Há um homem interior e um homem exterior. O homem exterior não é o verdadeiro, é apenas uma casca, uma casa, morada temporária para o verdadeiro homem interior que nunca envelhece: o espírito.
I Pedro 3:4 "mas seja o do íntimo do coração, no incorruptível traje de um espírito manso e tranquilo, que és, para que permaneçam as coisas"
O Espírito Santo orienta o converso através de uma "voz mansa e suave" (um impulso, "palpite") que está sempre em harmonia com a Palavra, visando dar orientação de vida. Esta orientação é o testemunho interior, uma forma primária de Deus guiar seus filhos.
Você vez por outra diz: "eu acho que isso não vai dar certo...", ou "eu tenho um palpite de que...".
Se você está em comunhão com Deus e observou que aquela "intuição" está de acordo com a Palavra, então você não teve uma intuição, o Espírito Santo falou a seu espírito. Obedeça, valorize a voz do espírito, e o Senhor continuará a lhe falar coisas mais superiores. É como subir uma escada, degrau a degrau.
I Cor. 2:12 – "Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus"
O grau de comunicação do Espírito Santo com você varia proporcionalmente ao crédito que se dá às suas orientações.
O apóstolo Pedro certamente já havia subido muitos degraus em sua comunhão com Deus, a ponto de o Espírito lhe falar particularidades interessantes: "Estando Pedro ainda a meditar sobre a visão, o Espírito lhe disse: Eis que dois homens te procuram. Levanta-te, pois, desce e vai com eles, nada duvidando; porque eu tos enviei." Atos 10:19.
Rm 8:16 – "O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito ..."
Você não precisa apressar-se demasiadamente com certas coisas. Está escrito em Isaías 28:16: "...aquele que crer não se apressará."
A sua consciência é a voz do seu espírito, essa voz mansa e suave, palpite, intuição. O seu espírito sabe coisas que sua cabeça não sabe. A sua consciência sabe quando você está fazendo algo certo ou errado.
Aprenda a depender dAquele que está em você. Aprenda a desenvolver o seu próprio espírito. Tenha fé na sua fé.
A recusa aos impulsos do Espírito pode levar o crente a uma vida espiritual medíocre ou até mesmo à morte espiritual, conforme Romanos 8:13,14: "porque se viverdes segundo a carne, haveis de morrer; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus."
Por outro lado, a aceitação à orientação divina nos leva a um viver tranquilo, conforme relatado em Gl. 5:22,23: "Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei."
Smith Wigglesworth, o grande apóstolo da fé da Inglaterra disse: "Não me impressiono com aquilo que sinto. Não me impressiono com aquilo que vejo. Impressiono-me apenas com aquilo que creio."
João 16:13 – "Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras"
João 14:26 – "Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito."
Temos, no entanto de examinar todas as coisas que nos é falada à luz da Palavra de Deus. O Espírito Santo fala apenas coisas que estão em concordância com a Palavra. Nem toda voz é de Deus. Cuidado ! É preciso estar com constante contato, lendo a Palavra para não aceitar gato por lebre. É importante estar atento, pois o Espírito nunca lhe dirá coisas erradas.
Quatro regras mediante as quais você pode treinar e desenvolver seu próprio espírito humano:
      -  Pela leitura e meditação na Palavra
- Pela prática da Palavra
- Por dar o primeiro lugar à Palavra
- Por obedecer instantaneamente a voz do seu espírito.

Se o seu espírito teve o privilégio de meditar na Palavra, de praticar a Palavra, de colocá-la em primeiro lugar, então seu espírito é uma fonte de orientação segura
Recomendação do Apóstolo Paulo em Gl. 5:16,25:
"Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito."